Série – Casa Cor SP 2015 – Especial Varandas e Banheiros

Olá, confira a cobertura completa sobre as varandas e os banheiros apresentados pela Casa Cor 2015.

TOILETTE – AMANDA DAMHA

amanda-toilette-casa-cor-decorar-com-charme

O Toilette assinado pela arquiteta Amanda DAMHA tem 50m² é um dos banheiros de uso unisex dos visitantes da mostra, seguindo o tema brasilidade, a inspiração de cores e materiais escolhida pela profissional foi da Era do Café e do Ouro no Brasil, que está representado pelos tons terrosos, vermelho e dourado.

BANHEIRO DECA – GABRIELA ROCHA ANDRADE

gabriela-banheiro-deca-casa-cor-decorar-com-charme

Ambiente com 16m², também é um dos banheiros de uso para os visitantes da mostra, com destaque para as louças e os metais da Deca que reduzem a utilização de água, cujo espaço é composto por elementos geométricos em triângulos, quadrados e hexágonos. As cores utilizadas são elegantes e contemporâneas.

VARANDA E BANHEIRO – EDUARDO BESSA E CLÁUDIA ALIONIS

eduardo-claudia-varanda-e-banheiro-casa-cor-decorar-com-charme

O espaço assinado pelos arquitetos Eduardo Bessa e Cláudia Alioni começa com um deck revestido de peroba-rosa de demolição, que ladeia o espelho d’água revestilho com pedrinhas. O destaque fica por conta da grande parede de taipa de pilão na varanda feita com técnica brasileira, que consiste no forte apilamento de terra úmida entre dois pranchões de madeira removíveis, como um molde, que, no taipal, se mantém de pé e afastadas entre si graças às travessas ou escoras.

No piso da varanda e do banheiro, a dupla de profissionais escolheu ladrilho hidráulico que segue a tendência da utilização em conjunto com madeira e/ou piso laminado. No banheiro, além do piso hidráulico, foi utilizado tijolo colonial de demolição nas paredes.

BANHEIRO FEMININO DO BOULEVARD – ORLANE SANTOS

orlane-banheiro-boulevard-casa-cor-decorar-com-charme

Nesse pequeno espaço de 26m², a profissional se inspirou no Teatro Amazonas onde reproduz a riqueza proveniente das cores do teatro: dourado e rosa queimado, que ainda ajuda a conceituar o ambiente exclusivo para uso de mulheres. As tonalidades representam com clareza o Teatro Amazonas, compondo sua beleza reconhecida até os dias atuais.

A arquiteta apostou ainda, na riqueza de Manaus durante o Ciclo da Rorracha e abusou de recursos tecnológicos como o vidro inteligente Intelliglass, que é translucido, mas escurecem assim que as portas se fecham. O som ambiente da mata, com alusão a pássaros, galhos e água, é acionado mediante presença, garantindo o show de tecnologia.

A floresta, que em meados de 1800 era exuberante, foi recordada com a vegetação que invade o espaço, misturada a imagem da Mata Alagada e graças à tecnologia do LED e a iluminação do próprio painel, inunda o banheiro de luz, dando a impressão de unificar os ambientes externo e interno. “Não se sabe se a mata está dentro ou fora do local”, diz a arquiteta.

O piso segue a tendência de mesclar piso hidráulico com madeira ou porcelanato ou laminado de madeira, formando um tapete central, rodeado pelo de madeira, que nesse caso é o porcelanato da Linha Eco.

Outros detalhes remetem ainda à época áurea do Teatro Amazonas, como o porcelanato da Linha Eco, da Portinari, que reproduz o efeito de “assoalho desgastado”. As bancadas de madeira de demolição se misturam a materiais nobres e às gravuras com temas brasileiros, complementando a brasilidade do banheiro.

VARANDA DO COLECIONADOR – ROBERTO RISCALA

roberto-varanda-do-colecionador-casa-cor-decorar-com-charme

Nesse ambiente, assinado pelo paisagista Roberto Riscala, ele trouxe uma mescla de cores, formas e texturas, com a inspiração na visão de um estrangeiro recém-chegado ao Brasil e sua paixão por plantas, que após a adaptação ao clima, ao modo de interagir do povo, as paisagens e as cores exuberantes da fauna e flora, que reflete a sua percepção de todas essas novas influências combinadas à bagagem que trouxe de sua terra natal.

Esse estrangeiro se apaixona pela vegetação e fauna brasileira e sai passear com sua bicicleta, coletando as espécies de plantas e flores que ele encontra pelo caminho, vai ao Ceagesp, às feiras e traz várias espécies ainda a serem plantadas, inclusive, nota-se uma plantação de abacaxi, fruto tropical, que esse estrangeiro planta em um caixote.

Mais Informações sobre a Casa Cor SP 2015:

Período: Até o dia 12 de julho

Horário: de terça a sábado, das 12:00h às 21:30h; aos domingos e feriados, das 12:00h às 20:00h

Não abre às segundas-feiras.

Local: Jockey Club de São Paulo

Endereço: Avenida Lineu de Paula Machado, nº 875, Cidade Jardim, São Paulo (SP)

Ingressos: de terça a sexta-feira, R$ 48,00 (inteira) e R$ 24,00 (estudantes e pessoas com 60 anos ou mais); aos sábados, domingos e feriados, R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (estudantes e 60 anos ou mais); passaporte único (válido para todos os dias), R$ 130,00

Vallet e Estacionamento: R$ 30,00

Estacionamento (Portão 1): R4 15,00

 

Até mais meninas,

Glauce Elisa

O post Série: Casa Cor SP 2015 – Especial Varandas e Banheiros apareceu primeiro em Decorar com Charme

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *