Esqueça as Suas Metas, Defina os Seus Medos | Download

[et_pb_section admin_label=”section”]
[et_pb_row admin_label=”row”]
[et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Text”]

Olá Charmosa!! A primeira semana de janeiro é o momento perfeito para refletir sobre o ano que passou e começar a planejar o que desejamos para 2019.

Muitas coisas podem acontecer em 365 dias – muitas mesmo!

Esse ano de 2019 temos 255 dias úteis para você aproveitar bem.

Quem não quer que esse ano seja o ano da sua vida, o ano em que tudo dará certo? Pois então, criei uma ferramenta que vai te ajudar

Pesquisas comprovam e todo mundo sabe que as resoluções de ano novo não viram nem até a segunda semana do ano…chutando alto, você logo vai esbarrar em obstáculos, começar a achar desculpas e desistir das metas pouco a pouco.

Por isso, se você quer um método que realmente funciona e que vai revolucionar a forma como você vai atingir os seus objetivos, dessa vez, ao invés de definir as suas metas, você vai definir os seus medos. Isso mesmo, seus medos.

Parece interessante? Você quer que seu ano de seja realmente incrível? Então, que tal compartilhar essa informação com seus amigos e familiares?

Facebook (o mais popular)

Twitter (o mais rápido)

Linkedin (o mais profissional)

Pinterest (o mais visual)

Email (o mais democrático)

São apenas dois cliques e não leva mais do que 10 segundos.

Essa prática tem as suas bases numa escola filosófica em Atenas no século III A.C e foi apresentada por Tim Ferriss numa palestra, onde a ideia fundamental é separar o que podemos controlar do que não podemos controlar e então focar exclusivamente no que podemos controlar.

Mas por que isso é tão importante? Digamos que um jogador de futebol por exemplo, perca um gol, a forma como ele reage a esse acontecimento pode destruir seu desempenho pelo resto da partida, mas ele não pode controlar o que aconteceu…o gol já foi perdido…ele só pode controlar suas emoções perante ao acontecido, manter a calma e seguir em frente dando o melhor de si.

Claro, é muito mais fácil falar do que fazer e é justamente aí que entra a prática histórica chamada de “premeditação dos males” que se resume em visualizar com detalhes o pior que pode acontecer para que, dessa forma, você esteja sempre preparada.

Foi baseada nessa ideia que Tim Ferriss largou a definição de metas e criou a definição de medos e ela se divide em três partes:

Parte 1

Na primeira parte você define E SE EU…
Aqui você preenche o questionamento, ou seja, qualquer coisa que te deixe com medo de realizar ou que você esteja adiando. Pode ser terminar um relacionamento, começar um relacionamento, abrir uma empresa,  fechar uma empresa, mudar de emprego, mudar de carreira, começar um canal no Youtube, viajar pelo mundo, mudar de residência… é você quem tem que refletir e descobrir o que você está adiando.

Feito isso, crie três colunas com as seguintes palavras: definir; prevenir e reparar.

Na primeira coluna, você deve definir quais são as piores coisas que você consegue imaginar que possam acontecer, caso você tome essa ação.

Na segunda coluna, você deve pensar no que você pode fazer para prevenir ou pelo menos diminuir as chances de que essas coisas aconteçam.

Na terceira coluna, você deve pensar: caso alguma dessas coisas realmente aconteçam o que você pode fazer para reparar os danos, mesmo que seja de leve.

Um questionamento para ter sempre em mente é: “será que alguém no passado menos inteligente ou menos motivada do que eu conseguiu resolver esse problema de alguma maneira?” Existem grandes chances de que a resposta seja sim, então você pode pensar em uma solução

Parte 2

A segunda parte é mais simples, você vai listar quais são os benefícios da simples tentativa ou de um sucesso parcial. Como você pode ver, a gente está turbinando os medos e sendo bem cautelosa com as expectativas. Então aqui, você analisa os benefícios de simplesmente tentar, que podem ser: adquirir novas habilidades, viver novas experiências e tirar o peso das costas.

Depois imagine os benefícios de atingir pelo menos um sucesso parcial, avançar uma etapa em direção ao seu objetivo e reflita sobre isso por uns 15 minutinhos

Parte 3

E a terceira parte é provavelmente a mais importante, liste qual é o preço que se paga pela falta de ação (emocionalmente, fisicamente, financeiramente, etc…).

Aqui você deve se perguntar: caso você não tome a ação desejada, como a sua vida vai estar em seis meses, um ano e até três anos e novamente, seja bem detalhista com as previsões…talvez você fique seis meses, quem sabe um ano com isso na cabeça atrapalhando a sua vida e pior ainda, talvez você nunca saia do lugar e nunca se permita ser a melhor versão de você mesma.

Portanto, faça questão de criar uma imagem terrível, uma imagem que faça você ver o alto custo de não perseguir seus sonhos. Este exercício vai te mostrar que praticamente todos os seus medos são desproporcionais à realidade e na grande maioria das vezes, podemos prevenir ou reparar os estragos e principalmente, o preço que pagamos por deixar o medo nos paralisar é tão alto que não vale a pena… ainda mais quando comparamos com as chances de conquistar o que desejamos.

O medo deve servir como um ponto de orientação e se você quer se destacar das pessoas medianas, você tem que fazer o oposto do que elas fazem. Ao invés de fugir dos medos é na direção deles que você deve seguir, enfrentar seus medos é a única forma de viver uma vida que vale a pena.

Eu sei…eu sei…é desconfortável…é muito desconfortável encarar e pensar nos seus medos, mas lembre-se, esse desconforto vai te impulsionar para frente.

Enfim, vou finalizar com um presente para você. Aproveite!

Para que você faça esse exercício, criei uma ferramenta dessa definição de medos personalizada.

É só baixar e preencher.

DOWNLOAD AQUI!!

Muito obrigada por estar comigo esse ano e acredito muito que, Charmosa, o MELHOR AINDA ESTÁ POR VIR!! Ainda tem muito pela frente

  • Leia também:

Daily Planner: Download Grátis

Siga o nosso perfil no Instagram para ver em tempo real os bastidores do que anda acontecendo na NOSSA CASA ALUGADA

Um beijo carinhoso e nos vemos em breve!

assinatura-glau

Fonte: Poderá ver o vídeo no youtube Aqui[/et_pb_text][/et_pb_column]
[/et_pb_row]
[/et_pb_section]